17.4.16

NEBULOSA (II)

trajeto

O mundo todo
Ou todo o mundo
Precisa respirar
Cantar
Andar
E gargalhar

Mas eu só preciso sentir de volta
Meu estimulo ou a tal força inspiradora
Que sempre guia minhas mãos
Até a composição silábica "certa"

Sim, o mundo está respirando sem parar
Mas eu estou ficando sem ar
Sem ânimo e parece que até sem palavras
Para expressar o que sinto
Ou aquilo que cheguei a sonhar...