13.3.16

O PERDIDO SE ENCONTROU


Texto "Um Perdido" publicado em 13/1/14 no blog "um anacrônico":

Viver sem saber para onde ir, sem saber o que vai acontecer, sem conhecer o conhecido, esse sou eu. As coisas acontecem sem ter nada planejado, o caminho nunca será único, não sei para qual deles seguir, então qualquer um é válido. Quando penso que é o fim, é só o começo de uma nova história, uma outra inacabada. Por que tem que ser assim? Por que não posso criar o meu final feliz? Por que nem sempre tudo acaba bem? Sonhos, decisões, isso não pertence ao real, penso poder esquecer momentos detestáveis, só que eles sempre tomam conta dos bons. Todo dia é ruim, para você ou para mim. O mal sempre triunfa, tento lutar para o contrário, sabendo que minha escolha não fará diferença. Imagino agora seguir, sempre sozinho, na verdade todos estamos, é só questão de acreditar, alguns dizem: “você nunca estará sozinho, tem a mim, ou a nós…” Todos sabemos que é fácil abandonar alguém, o sentimento de abandono sempre castiga os “bons”! Vamos fugir? Fujamos só, ninguém será melhor companhia do que a solidão.


Viver sabendo exatamente o que quer, onde deseja chegar e conhecendo tudo ao seu redor, esse sou eu. Algumas coisas acontecem para forjar nosso caráter e para construir um ser humano cada vez mais humano. Vários caminhos aparecerão e, com certeza, eu saberei qual escolher. O fim ainda não foi escrito e as coisas sempre estão se reinventando, e toda história deve ser sempre muito bem resolvida, esclarecida e, se possível, finalizada. O meu final feliz será definido por mim, por minhas atitudes, por minha forma de pensar e meus desejos me guiarão para o caminho sólido e real. Sonhos e decisões pertencem ao mundo real e vivo que sempre dará novas oportunidades, mas também puxará o meu tapete... As marcas devem estar exatamente em seus devidos lugares e o bem, o ânimo, a esperança e o amor sempre deverão triunfar dentro do meu ser. Não me importo se minhas atitudes e palavras não forem capazes de tocar o coração daqueles que amo, mas é de suma a importância que eu não machuque ninguém. Não me sinto sozinho, mas me sinto rodeado de vida pura e real e meus pensamentos bons, por diversas vezes, foram e serão minha melhor companhia.  Alguns dizem: “você nunca estará sozinho, tem a mim, ou a nós…” - eu acredito que estará ao meu lado quem realmente se importa e, com toda a certeza, tudo que chegar até mim de bom receberá minha reciprocidade. Vamos fugir? Fujamos dos sentimentos traiçoeiros e, antes de mais nada, temos que nos certificar de que ninguém será melhor companhia do que nós mesmos.


Texto "O Perdido se Encontrou" escrito em 7/3/16