OÁSIS

Todo dia é dia
De provar o veneno
Todo dia é dia
De sorrir por menos
É difícil querer a vida
Ela é doce e azeda
Num dia nublado
A gente descobre
Cada motivo para rir
Num dia ensolarado
É possível sentir
E viver cada tristeza
A vida é tão intensa
Que é complicado acompanhar
Como se não bastasse
O mundo não facilita em nada
Tudo sempre se apresenta
Na adversidade
Todo dia é dia de crise
Tudo sempre cresce
No oponente
E todos sempre veem o belo
Depois das condolências

Não foi fácil de aprender
Que o crescer tá na guerra
E o amanhã tá no sangue
Como se fosse de repente
A gente entende
Que cada dor, cada treta
Nos leva para longe
Da opressão
Dói ontem
Dói hoje
Dói amanhã
As dores só vem
Raramente vão
Aqui é tudo pior
Onde a intensidade
Fez morada
A gente se arrasta
Ao saber
Enquanto o mundo hostil
Se junta com a vida para testar
Temos tentado vencer
Testando todas as opções
Vencendo tempestades

Não tem como fugir da dor
Mesmo que a vida iluda
A gente prefere crer
Que existe um oásis.