EU FUI/OPTEI NÃO SER



Eu fui dor, fui ira
Eu fui ódio, rancor
Eu fui muitos, um só
Machuquei, matei
Eu gritei, cochichei
E quando não coube mais
Eu escrevi

Quando transbordei
Criei
Quando não coube mais
Sonhei
Com o lápis na mão
Escrevi
Com a câmera em punhos
Fotografei

Eu fui peso, martírio 
Eu fui prepotência, incompreensão
Eu fui amor demais, egoísmo
Humilhei, pisei
Eu desacreditei, afastei
E quando não coube mais
Eu escrevi

Foi assim que renasci 
Que recriei
Que curei as feridas
Foi assim que vivi
Aprendi na escola da vida
A não deixar de ser gente

Quando transbordei
Reconheci
Quando não coube mais
Fui imperfeito
Feito de erros e dramas
Quando não pude mais ser
Optei por não ser.