18.2.18

SE ME QUISER BEM

Não me olhe desconfiadamente
Não se atende ao meu avesso
Não foque no meu erro
Não tenha medo de mim

Sou assim como você
Aprendiz do viver
Que precisa tropeçar
Para aprender

Sou tão humano quanto você
Para reconhecer a hora de parar
Refletir e repensar
Que nem tudo é meu

Que nem todos os sonhos são meus
Quem nem toda flor é do meu jardim
Que nem todo sorriso é para mim
Que nem todo o amor é meu

Se conseguir me querer bem
Serei bem como você
Se conseguir me enxergar
Saberei como te olhar

Serei como você é para mim
E o que passar disso
Será somente para mostrar

Que posso fazer o bem.

Se me quiser bem prometo que te darei o bem.