21.4.16

O PREÇO QUE VOCÊ PAGOU

DSC_0422

Não sei qual o preço que cobraram de você,
mas eu não sou um objeto em exposição
que poderá ser adquirido por você
num simples lance de leilão.

Não sei o que te prometeram,
mas eu não sou uma coisa que está a venda
numa loja de um real, mas não pense
que sou de uma grife também.

Não sei o que te garantiram,
mas eu não disse "sim" ou "não"
e não me comprometi a ser qualquer fantoche
nas mãos de um zé ninguém.

Não sonhe tão alto e não brinque comigo
e não fique por aí se iludindo,
pois jamais serei um brinquedo
nas mãos de um zé ninguém.