NUNCA IMAGINEI QUE PUDESSE EU SER SUFICIENTE PARA EU MESMO

Está tudo absolutamente bem. Tenho me mantido só e sozinho comigo tenho existido. Nunca imaginei que pudesse eu ser suficiente para eu mesmo. Tudo está fisicamente bem resolvido, tenho admirado cada detalhe do meu próprio sorriso, tenho prestado atenção em cada uma das minhas histórias, tenho valorizado minha trajetória e tenho me acrescentado uma coisa nova a cada dia. Está tudo certo dentro de mim, fiquei calmo e coloquei tudo no lugar, troquei minhas cores e reinventei meus amores, reescrevi todas as verdades e esqueci todas as falácias.

Ultimamente eu não tenho me sentido insuficiente para me impedir de ser contente. Me retirei do meio, me afastei dos extremos e fiquei exatamente parado no meu inteiro, ao meu lado. Tenho feito que todo o amor do mundo saia de mim e retorne para mim, que todas as cores do mundo sejam por mim coloridas e que todas as cores que colori possam voltar para mim, que todas as fotografias que capturei sejam eternas e que minha arte seja por mim fotografada, que todas as palavras que escrevi sejam passageiras e que todas as palavras que lancei voltei para mim. Eu não me enchi mais de medo, eu não me enchi mais de coragem, eu não me enchi mais de mágoa, eu não me enchi mais de alegria, eu não me enchi mais de amizade, eu não fui mais amigo, eu não me enchi mais de esperança, eu não me enchi mais de desesperança, eu me enchi de mim, de tudo que nasceu para mim.

O meu jogo hoje virou, tanto que agora sinto meu próprio amor. O mundo parecia ter medo de me ver assim, ou simplesmente tanto fez e não fez para que eu me sentisse assim, mas tanto fiz e desfiz que caí sozinho ao lado de mim e agora ninguém poderá me desvencilhar desse bem estar. Tenho me mantido ocupado, focado e concentrado em fazer o que nasci para fazer que tenho me esquecido de olhar para outros corpos, esquecido de sentir outros amores, esquecido de me apropriar de outras dores. Tenho me visto tanto que me vesti de espanto quando percebi que consigo sorrir para mim, consigo estar ao meu lado e consigo estar bem a existir. 

Agora consigo sentir meu coração e sei que ele está quietinho, calmo e feliz. Sei que cada parte do meu corpo está cumprindo com cada propósito que lhe fora entregue e cada parte do meu coração tem entendido que meu cérebro apreendeu a lição. Eu me assegurei de que ficaria vivo e bem, eu me prometi sorrir mesmo estando a chorar e me prometi continuar a jornada mesmo quando não for possível caminhar. Então vou sem correr, vou devagar a me amar, a sentir cada história que vive em mim, cada amor que passou por mim, cada palavra que grudou em mim e em cada sorriso que saiu de mim.