25.1.16

AMIGA

Amiga, ausente e outrora melhor amiga
Em algum lugar você teve a chance de lembrar de mim
Talvez em algum momento seus olhos me viram e você se lembrou...
Lembrou que eu ainda existia e estava longe
Por diversas vezes meus olhos derrubaram lágrimas e desfaleci sem suas palavras de apoio
Essa relação se perdeu no escuro da distância e as mágoas desviaram as palavras bonitas para um nada...
Amiga, já não sei se tão amiga
A minha conformação moderou a minha revolta contra ti
Mas sou humano. Falei a ti o que sentia.
Não te espero feliz, mas te desejo o melhor.
Viva, amiga
Sua chance de viver é única e absoluta
Ainda te vejo e sinto seu abraço, mas não foi a distância a protagonizar esse triste e atual declínio.
Faça como eu: se afogue nas lembranças.
Faça como eu: não lamente mais.
Ah, esqueça meus suplícios, esqueça minhas palavras e minhas tentativas de mostrar seus erros.
Ah, amiga
Hoje você só foi uma amiga...