"SOU 'FILHO' DE UMA NATUREZA RICA"

"SOU 'FILHO' DE UMA NATUREZA RICA"
Tenho algo a dizer a respeito de alguém que uma vez me disse que estou distante de todos: suas ações e palavras não conseguiram sinalizar nenhum sentimento verdadeiro. Não consigo mais sentir com facilidade nenhum sinal de preocupação, nenhum estrondo de importância e nenhum sentimento de empatia. Toda vez que fico "na minha" e não escrevo qualquer palavra para dizer o que estou sentindo, todos dizem que não conseguem saber quem sou.
Prefiro me poupar de entrar em detalhes de tanto desgosto provocado pela falsidade e/ou confusão mental alheia. Me disseram que todos nós teremos, no final das contas, o mesmo número de chances e pelo menos uma dezena de vezes disponíveis para "brilhar", mas discordo. Em um mundo onde todos preferem ferir e ser feridos e alguns amam mais a si mesmo do que o próximo, não existe possibilidade de lutar de igual para igual senão ser tão podre quanto seu "adversário". Então me disseram que sou crítico demais e que quem muito critica será criticado. Pensei comigo, como poderei ser mais criticado do que já sou? A todo instante alguém tenta arrancar meu ânimo e confesso que por algumas vezes isso me fez rir. Já me conformei por nunca ter me sentido amado de verdade que essa premissa até já teve sua conclusão, se é que alguém conseguiu entender. Tive que aprender a observar e tive que adquirir o meu próprio modo de pensar para poder premeditar antes de dar um passo. Me disseram que na maioria das vezes sou contraditório, mas eu digo que pensamentos e sentimentos são rotativos e recicláveis e temporários e duradouros. Sem disposição para me curvar perante as convenções sociais e sem o mínimo interesse de alterar o rumo natural das coisas, vou vivendo sem enganos e colhendo tudo aquilo que plantarei a partir de agora. Se sou errado ou certo não me interessa. Eu consegui entender que a morte tem mais de um significado e o verdadeiro sentido de viver é não ligar para o que dizem de você. Então todos decidiram condenar minhas decisões e perderam o ânimo quando perceberam que não estavam conseguindo mais conduzir meus passos para seus interesses pessoais. Ando tão animado e tão desligado dessas vicissitudes que já não me sinto mais o mesmo de semanas atrás. Percebi que minha única preocupação deve ser enfrentar meus próprios desejos mesquinhos e, por decorrência, o foco da minha vida sou eu mesmo. Sou "filho" de uma natureza rica, e sinto muito por não ter percebido isso antes.