3.11.15

EU PODERIA...

Uma foto publicada por Tiago Lima (@cajuzice) em

Eu poderia fazer um texto sobre a minha capacidade de me perder nos devaneios da minha mente. Eu poderia fugir de uma batalha e declarar que não fui feito para vencer. Não é difícil escrever sobre tristezas, não é difícil se entregar ao fim, não é difícil fugir da realidade para não ter que encarar as decepções e asseguro que não é difícil dizer que o amor sempre machuca. Eu poderia escrever sobre o imenso azul do céu e me jogar de um penhasco para tentar voar ao infinito. No final, descobri que ser o meu melhor não é difícil, mas prefiro fazer um texto que fale da minha capacidade de resumir sentimentos em belas e simples linhas. Confesso que prefiro sempre gritar, confesso que prefiro sempre correr, confesso que prefiro dançar, confesso que prefiro aumentar o volume e confesso que amo viajar nas palavras. Então seguro o lápis e o papel e fico inerte noite a dentro. Se alguém conseguir me entender serei feliz, caso contrário serei feliz também. Eu poderia escrever sobre a felicidade e sua influência sobre a minha vida, mas prefiro falar da minha capacidade de confundir as pessoas. Eu poderia escrever sobre como a natureza e eu temos uma ligação surreal, mas prefiro me esconder da má influência de quem não valoriza um simples sorriso. Então continuo escrevendo disfarçadamente para que ninguém interrompa esse momento de loucura. Estou noite a dentro com o incrível pensamento de seguir em frente e espero que eu sempre prefira trilhar o caminho mais difícil. Não é fácil e prefiro acreditar que o amanhã chegará para aqueles que, assim como eu, flutuam por um mundo melhor. Não é fácil, mas estou aqui somente flutuando por irrealidades e tornando elas reais com a minha desenvolta capacidade imaginativa.