23.5.16

DESAMOR

desamor

Tira esse cavalo da chuva
E esquece que minha paixão foi tua
Apaga minhas palavras e promessas
E sofra com o seu próprio desamor

Sei o que é sofrer de amor
Ou se acabar por falta de amor
Então, assuma que aquela história de amor
Foi rasurada pelo seu excesso de acidez

Foi, também, a minha ilusão
Que me transformou num garoto babão
E foram suas palavras
Que me conduziram
A uma inercia
Totalmente por você engendrada

As lágrimas que escorreram dos meus olhos
Foram simples remédios para as minhas feridas
E sua solidão de hoje
Foi castigo causado
Por suas próprias mentiras.