1.4.16

fé

Vi o topo da montanha
e sei que vale a pena lutar...
Senti o sabor da vitória
e sei que vale a pena sonhar...
Alcancei a certeza
e sei que vale a pena algumas
palavras ignorar...

Já me senti perdido,
desorientado,
cansado,
abandonado e
inutilizado,
mas eu sempre soube
como é ser pequeno e corajoso.

Minha visão está turva,
mas meus ouvidos estão atentos e
meu tato está sensível para sentir
os traços da direção segura e verdadeira.

Vi o fundo do poço
e sei que lá é escuro demais...
Vi o sorriso do inimigo
e sei que ele possui um coração fraco...
Vi a vitória no passado
e sei que verei a vitória do amanhã...

Minha coragem é grande,
mas o caminho é monstruoso demais e
meu coração está se entristecendo,
mas minha fé talvez esteja inabalada.