20.4.16

NÃO TENHO MEDO



Eu conheço o medo
Eu conheço o conforto
Eu conheço a raiva
Eu conheço a alegria
Eu conheço a insegurança
Eu conheço a paixão
Eu conheço a saudade
Eu, acima de tudo, me conheço.


Não tenho medo

Não tenho medo de ter que ir embora e não tenho medo de conhecer o que ainda não conheço. Eu não estou concentrado na atenção que o mundo me dá. Estou aproveitando todo o ensejo para viver a vida que eu desejei viver. Não tenho raiva daqueles que machucam por não terem o amor que mereciam ter e não tenho medo de dizer que gosto de alguém. Não permito mais que a mágoa tire de mim o MEU direito de viver. Estou aproveitando todas as oportunidades para construir aquilo que desejo chamar de "lar". Não tenho fobia de viver a vida e suas venustidades e não tenho medo de errar. Quando as dificuldades me convidam para dançar, eu mostro todo o talento de alguém que não teme os momentos difíceis. Estou vencendo os meus medos e passei a ser guiado pelo farol da esperança. Eu não tenho mais medo de viver!