AOS


Aos pobres do Leblon
Aos brasileiros estadunidenses
Aos escritores do amor
Eu digo que sou de todos
Os lugares
De todas as pátrias
Aos fotógrafos pintores
Aos artistas desconhecidos
Eu digo que sei sonhar
Que sei viver
Que sei amar
Aos pais da pátria
Aos filhos rebeldes do mundo
Eu digo que não tenho prazos
Para viver
Para me levantar
Para cantar
Compor
Apagar
Reescrever
E
Recomeçar