MINHA FUMAÇA



Sei que me amaldiçoei
Que predestinei o meu futuro
Que entreguei meus passos ao sofrimento
Mas me deixa aqui com os meus cigarros
Com a minha gente que fuma
Com a minha fumaça
Eu que me coloquei na desgraça
Então vou curtir meu cigarro
Depois, talvez, eu pare
Eu volte a respirar bem
A andar bem
A sorrir bem
A viver melhor que hoje